facebook
Dicas para economizar na sua viagem para República Dominicana

17

OUT

Dicas para economizar na sua viagem para República Dominicana

Categoria: Destinos

Nesse post vou relatar para vocês minha experiência de 5 dias em Punta Cana, na República Dominicana, me hospedando em um Airbnb e todas as dicas que usei para poder economizar! A viagem foi durante o mês de novembro de 2018. 

Diferente da maioria dos turistas que visitam o Caribe, optei por me hospedar em um Airbnb, ao invés de um resort. O motivo é que esses Resorts são All Inclusive (tudo incluso, comidas, bebidas etc) e para mim não faz sentido pagar um preço alto por comida e bebida à vontade, já que prefiro passeios, atividades pela cidade, enfim, hotel para mim é lugar só para dormir! Outra é que quando fico em All Inclusive, como e bebo demais, e não consigo pensar em nada além de ficar deitado em uma rede... e a intenção na viagem, definitivamente, não é essa!

Meu custo com o Airbnb foi de 1489 reais, por 5 dias, no condomínio Serena Village Paradise. Um preço excelente para um apartamento de 2 quartos, num condomínio fechado em uma zona nobre de Punta Cana!

Pesquisando os passeios, encontrei na internet a agência Brasil Passeios, especializada em serviços para turistas brasileiros em Punta Cana. Fiquei muito satisfeito com o atendimento e a pontualidade dos guias, que diariamente me buscavam, exatamente na hora combinada, na portaria do meu airbnb. O valor médio dos passeios é entre 80 a 100 dólares. Um passeio imperdível é para a Isla Saona, uma ilha paradisíaca, com um lindo mar azul e tranquilo. Lá há uma infraestratura para almoço e bebidas, que já estavam inclusos no passeio. A Ilha Catalina, também é linda, mas não diria que imperdível. Dentre os passeios principais, também está a ida de 1 dia para Santo Domingo, a capital do país, onde você irá conhecer um pouco da parte histórica do país, é uma viagem legal se você estiver com tempo, porém, fique atento, fomos alertados pelo guia turístico para evitar usar celular nas ruas, por conta dos assaltos à turistas. 

Para acessar a praia principal e mais bonita dentro de Punta Cana, a praia de Bávaro, é necessário estar hospedado em algum hotel nessa praia. Por isso, como eu estava em um airbnb,  em dois dias da viagem resolvi pagar o day Pass de dois hotéis famosos. O primeiro hotel que escolhi foi o famoso Hotel Hard Rock, o melhor de Punta Cana, na praia de Macao, e outro dia no Hotel Barceló, na praia de Bávaro, que sem dúvidas é melhor e mais bonita do que a praia de Macao. 

O Day Pass te dá direito ao all inclusive dos hotéis, ao uso das piscinas e, é claro, ao uso da praia exclusiva do hotel, como é o caso da praia de Bávaro. Só não dá direito à hospedagem. No Hard Rock, paguei 169 dólares pra ficar das 10 da manhã até às 02 da manhã, qualquer coisa que você imaginar existe nesse hotel, desde hospital até um shopping de compras. Tem até um trenzinho pra rodar lá dentro, de tão grande que é. Até às 18 horas, o preço seria de 111 dólares.

No Hotel Barceló, paguei 60 dólares pelo Day Pass, das 09 às 18 horas. Aproveitei bastante a praia, comi e bebi bastante também. Como já disse acima, não gosto muito de all inclusive, pois como previsto, fiquei passando mal de tão cheio, não sei me controlar à mesa!

Táxis são bem caros em Punta Cana, por exemplo, para voltar do Hard Rock para o meu Airbnb, paguei 45 dólares em um trajeto de cerca de 25 minutos, mas como era madrugada e já estava meio "voado" por conta das bebidas do all inclusive, nem negociei. Para ir pra lá gastei 5 dólares de moto táxi, que diga-se de passagem, é ao estilo "Mad Max", só pra quem tem coragem de se aventurar mesmo! É um serviço bem bagunçado, não usam capacete, motos caindo aos pedaços, mas enfim, o que me importa é chegar ao destino vivo e no final não ser confundido com um mendigo na portaria do hotel. Para ir para o Hotel Barceló, paguei 4 dólares de moto táxi e andei cerca de 25 minutos da portaria até a praia de Bávaro, porque as motos não podem entrar, coisa de lugar chique! Eu só não estava afim dos preços chiques! Você pode pensar de mim: "Mas que sujeito pão duro!" haha, a verdade é que como viajo muito, até esse momento já foram 32 países, procuro sempre fazer o mesmo que os outros, só que gastando menos e esses são os jeitos que encontro. 

A República Dominicana foi o décimo primeiro país que visitei em 2018, na maioria optando por Airbnb, buscando sempre economizar sem que isso comprometesse o conforto e a diversão das minhas viagens. Venho de uma família humilde, onde dinheiro sempre foi uma coisa difícil, e algo que nunca vou conseguir é gastar naquilo onde vejo que posso economizar sem perder qualidade. Sem perder muita qualidade é importante, pois isso diferencia um avarento de uma pessoa econômica. Tá na raiz!

Por fim, façam as contas. Uma diária no Barceló custa, por baixo, 900 reais. No Hard Rock, mais de 1600 reais. Se eu fosse pagar 5 diárias no hotel mais barato, teria gasto pelo menos 4000 reais só de hotel! Quanto à comida, não achei caro. Saia para jantar nas imediações do Airbnb e gastava entre 10 a 15 dólares por refeição, mas é possível comer uma porção de frango grande com bananas fritas (prato muito típico no país) por até 5 dólares. Eu adorava pegar uma porção dessas "pechuguinas", sentar na calçada e ficar vendo o trânsito completamente maluco que eles têm, chega a ser uma atração. Quanto ao almoço, em geral está incluso nos passeios que se faz. Leve umas moedas, pois você será facilmente identificado como turista e não terá sossego dos nativos, que em geral são muito pobres.

Para usar a internet 4G na República Dominicana, fiz uso do Claro Passaporte Américas, que funcionou muito bem durante toda a viagem. 

Uma situação curiosa que aconteceu durante a viagem serve de alerta para vocês. Quando estava no Hard Rock, precisei de um pouco de cash e fui no caixa eletrônico do saguão. Ocorre que digitei a senha errada uma vez e, para minha surpresa, o caixa eletrônico "engoliu" meu cartão e não devolveu! Isso mesmo, uma loucura! Quando fui reclamar com o concierge, ele me disse que isso acontecia quase todos os dias e que era necessário aguardar a empresa responsável pelo caixa, que iria lá somente depois de 5 dias. Resultado, fiquei sem meu cartão e tive que solicitar outro no Brasil! A sorte foi que eu tinha um outro cartão e consegui usá-lo, mas imagina alguém que está viajando com um único cartão... desespero total!

Fica um pouco da minha experiência em Punta Cana, me hospedando em um Airbnb. Não me arrependo, economizei uma grana e curti tudo o que queria, até mais do que esperava. A cidade e as praias são maravilhosas e estão incluídas na minha lista dos "lugares que você tem que ir antes de morrer", afinal, depois não tem como! haha

Minha intenção compartilhando esse post é que você que nunca foi tenha uma noção de como é e da média dos custos que pode ter para se programar. A passagem foi emitida com pontos Smiles, em um voo direto de GRU para Punta Cana. Consegui um upgrade para classe executiva tanto na ida quanto na volta. Meu custo total com a passagem foi cerca de 1900 reais, saindo de Goiânia. Não é possível trocar reais por dólares ou pesos dominicanos em Punta Cana, então, você já tem que comprar no Brasil. 

A vida de um viajante que se joga é assim, num dia você tá na classe executiva, no outro tá sentado na rua comendo frango frito com banana! O importante é sair do lugar!





Andreza Marmo

Andreza Marmo

Estamos muito felizes e queremos agradecer a assessoria da Viaggi Vistos por toda paciência com nossa família, aliás, foram muitas perguntas que fizemos pra vocês.! Nossos vistos foram aprovados! 

06/09/2018

Samanta Pereira

Samanta Pereira

A equipe da Viaggi Vistos, sem dúvida, foi o divisor de águas, o que determinou nossa aprovação, pois preencheram a DS impecavelmente e nos deram todas as informações necessárias para que tudo ocorresse bem.Muitíssimo obrigada!

09/08/2016

Ana Beatriz Pereira

Ana Beatriz Pereira

Agradecemos a equipe Viaggi Vistos que cuidou do nosso processo e foram muito atenciosos e profissionais! Felicididade nos define! 

15/08/2017

Francisco Gleidson

Francisco Gleidson

Recomendo a Viaggi Vistos a todo, são super atenciosos, prestativos e nesse tempo de vacas magras o preço deles é muito bom. Obrigado, Viaggi Vistos! 

05/04/2017